Bike Buddy a caminho do Tagus Park, ou não…


A saga de um Bike Buddy à bulha com a greve dos comboios e a chuva

Hoje a semana ia iniciar-se com uma nova utilizadora de bicicleta a pedalar entre casa (Amadora) e o trabalho (Tagus Park). Tudo o que o Bike Buddy da MUBi (BB) gosta de ver! A  este facto acresce que este era o dia em que o BB ia entrar em acção para responder ao primeiro pedido que recebemos fora dos limites da cidade de Lisboa. O plano era ambicioso mas exequível, e para já saiu gorado.

Mas lá estaremos amanhã, de novo!

Recebemos a solicitação de um BB para acompanhar uma nova utilizadora de bicicleta nas suas deslocações quotidianas para o trabalho.

  • Ponto de encontro combinado: Estação de comboios da Amadora, às 7h45 da manhã

  • Destino: Tagus Park

 

Como o BB ainda não conta com nenhum Bike Buddy na zona da Amadora, deslocámos um Bike Buddy de Lisboa até ao local. O ponto de partida do Bike Buddy foi Alfama, às 7h. O plano passava por pedalar até ao Rossio, apanhar o comboio até à estação da Amadora e, finalmente, fazer uma de duas coisas: 1) pedalar até ao Tagus Park; ou 2) usar o comboio até Barcarena, pedalando dali até ao destino.

Acordei às 7h para estar no Rossio às 7h30 e apanhar o comboio para a Amadora. Hoje, porém, duas adversidades para a concretização deste plano. Por um lado, greve dos comboios com uma adesão de cerca de 90%, dificultando a chegada do Bike Buddy ao ponto de encontro. Por outro lado, chovia copiosamente… Os utilizadores experientes de bicicleta sabem que esta é uma variável que não é impeditiva da utilização da bicicleta. Mas para alguém que se está a iniciar, este é ainda um factor dissuasor.

O Bike Buddy lá contornou a primeira adversidade enfiando-se no carro a caminho da Amadora. Mas já a caminho recebe um telefonema da nova utilizadora de bicicleta dizendo que embora só tivesse pedalado entre casa e a estação de comboios da Amadora, já estava completamente encharcada, sugerindo que se combinasse para outro dia. E assim fizemos. Estamos já combinados para amanhã.

É de louvar, ainda assim, a coragem desta nova utilizadora de bicicleta que mesmo debaixo de chuva intensa decidiu enfiar-se em cima da bicicleta e deslocar-se ao ponto de encontro. Este vai ser um caso de sucesso, uma nova utilizadora de bicicleta que veio para ficar!

Deixe uma resposta